Never Sky #1: Sob o céu do nunca

Autora: Veronica Rossi
Editora: Prumo/Rocco
Páginas: 336


Excepcional! Sob o céu do nunca, o primeiro volume da trilogia Never Sky, criada pela brasileira Veronica Rossi, se mostrou a maior surpresa que eu já tive neste ano. Comecei minha leitura não levando muita fé no livro, por algum motivo, apesar de suas recomendações e boa fama, eu ainda não tinha certeza de que iria gostar. Pois bem, eu estava certa, não gostei... Eu me apaixonei!!

Ária, uma das Ocupantes do Núcleo de Quimera, estava apenas tentando obter informações sobre sua mãe através do insuportável Soren quando as coisas saíram do controle. Três garotos em busca de algo “real” acabaram incendiando o Ag 6, mas ela foi quem levou a culpa por tudo, e acabou sendo expulsa dos Núcleos para a Loja da Morte, ou melhor dizendo, para o Mundo Real. Ocupantes não sobrevivem no ambiente inóspito que é o lado externo dos Núcleos, mas, por alguma razão, ela sobreviveu. 

Após catástrofes ambientais, as pessoas foram forçadas a entrar nos Núcleos, ambientes isolados de toda destruição. Com toda a tecnologia desses ambientes, as pessoas passaram a viver por séculos; a comida é abundante; os bebês não são concebidos, mas sim criados geneticamente; e exitem os Reinos, ou melhor, mundos virtuais nos quais tudo é possível. Para evitar o tédio de viver dentro de uma cápsula, as pessoas vivem dentro de video games nos quais elas podem tudo: sentir, cheirar, olhar, tocar, escutar, andar... tudo, absolutamente tudo é feito virtualmente.

Mas somente 6 mil pessoas foram abençoadas o suficiente pra viverem dentro dessas instalações. Fora dos Núcleos ainda existem os Selvagens, aqueles que tem que caçar para comer, sobreviver às chuvas do céu de Éter, e morrem após apenas alguns anos. 

Perry é um dos Selvagens que vivem fora dos Núcleos, mais precisamente na aldeia dos Marés. Há menos de um mês ele perdeu sua cunhada para uma doença que agora está atando seu sobrinho, e é por isso que ele decidiu invadir um dos Núcleos em busca de medicamentos. O que ele não esperava é que as coisas se complicassem tanto, e muito menos que acabasse tendo que salvar uma Ocupante de um incêndio. E que consequências maiores estavam por vir: seu sobrinho foi sequestrado pelos Ocupantes como represália por seu comportamento.

Quando ele e Ária se encontram eles se unem, mesmo que um ache a companhia do outro insuportável, para atingirem um mesmo objetivo: entrar nos Núcleos. Ela, para encontrar sua mãe, ele, para salvar seu sobrinho. Juntos eles vão enfrentar canibais, dispersos e chuvas de éter, e vão aprender a conviver com suas diferenças, e se tornarem mais que aliados nessa busca.

Uma distopia alucinante! Com certeza Veronica me surpreendeu e me encantou com sua estória e narrativa. Além de ter criado um ambiente original, Veronica consegue transmitir em sua narrativa todas as emoções de seus personagens, suas cenas descritivas não cansam o leitor, e os personagens além de bem desenvolvidos tem características fortes e intrínsecas. 

Os detalhes da diagramação que a Prumo realizou são realmente bem feitos e deixam o livro mais delicado. Os capítulos são intercalados pela narrativa, sempre em terceira pessoa, sob o ponto de vista de Ária e de Perry, assim o leitor pode saber o acontece em mais de um lugar ao mesmo tempo e ficar por dentro do que cada um dos protagonistas pensam. Em algumas cenas de ação eu desejei que houvesse um pouco mais de emoção ou descrição, ou que ao menos fossem mais prolongadas, mas este foi um detalhe tão pequeno que não me incomodou e não tirou uma única estrela do livro. Pra quem ama ser surpreendido e arrebatado por um livro, Never Sky, da Editora Prumo, é o livro perfeito. 
- As nuvens se dissipam? – perguntou ela.
- Completamente? Não. Nunca.
- Quanto ao Éter? Ele some em algum momento?
- Nunca, Tatu. O Éter nunca some.
Ela olhou para cima.
- Um mundo de nuncas sob o céu do nunca. (Página 116)
- Tenho observado você e Roar. Querendo que fosse eu a treinar você. Agora, não quero mais fazer isso.
- Por quê? – a voz de Ária saiu alta e fina.
Ele sorriu, num lampejo de timidez, antes de se aproximar mais.
- Tem outras coisas que prefiro fazer, quando estou sozinho com você.
Era hora de se atirar do abismo.
- Então faça. (Página 267)
Beijos e comentem!

18 comentários:

  1. Oi Camila, tudo bom?
    Nossa, que livro legal! E é nacional!
    Esse ano li "Cisne" não sei se você conhece, e foi uma das maiores surpresas literárias pra mim, imagino como você deve estar se sentindo!
    Gostei muito do enredo, é exatamente o tipo de história que eu gosto!
    Beijos

    Tem post novo e promoção lá no blog!
    endless-poem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sarah, ainda não li este livro nao. Mas vou procurá-lo, já q vc disse ter sido uma surpresa XD
      Beijos

      Excluir
  2. Quero ler este livro pelo fato da autora brasileira e tê-lo escrito em inglês! Quero ver como ela se saiu! Adorei a resenha! <3
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila!
    Eu conheço o livro, mas ainda não o li.
    Assim como você, eu acredito que talvez não goste do livro. Pode ser um bom sinal, pois você gostou muito.
    Ele vem sendo bem elogiado mesmo. Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve. E a narrativa da autora parece ser legal mesmo.
    Gostei de saber sua opinião. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leandro, leia sim, tenho certeza de você irá se apaixonar! :D

      Excluir
  4. eu tb adorei never sky!
    achei fantástico!!
    vi umas ilustrações muito bacanas no site da autora e to doida pela continuação
    gostei da capa, mas achei que a editora poderia ter mantido a original

    bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flavia, também fiquei ansiosíssima pela continuação da serie, mas você tem razão: a capa original é bem mais bonita. Embora esta daqui também tenha seu valor :D

      Excluir
  5. Camila querida parabéns pela resenha ficou ótima. Foi a primeira que li desse livro e não sabia o quanto ele é interessante. Obrigada pela ótima indicação, vou ler quando tiver oportunidade.

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Camila!
    Sou louca por este livro desde que vi a capa americana! Acabou que ele foi lançado aqui e eu ainda não comprei =(
    Olha, acho que só lendo mesmo o livro para entender toda essa coisa deste universo, são muitos nomes, não? rs
    Adoro distopias e tenho certeza que vou ficar apaixonada como vc pela história!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Camila! Tudo bom??
    Never Sky reune tudo que eu desejo num livro *o* Ação, romance e um cenário original! Adorei sua resenha e agora to mais do que necessitado desse livro haha a capa é realmente um luxo! E gente, Veronica divando lá fora, achei super legal ela ser brasileira e fazer sucesso assim. Muito bom ! Sua resenha está ótima, como sempre!
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, também adorei o fato dela ser brasileira. Mas confesso que prefiro a capa original, que é lindíssima!

      Excluir
  8. Curti muito a resenha, me deixou mais ansiosa ainda pra comprar o livro *-* Achei lindinho demais o primeiro trecho que você postou, explicando o porque do título... Tava me perguntando de onde ele tinha saído haha
    Beijinho Camila :*

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu li uma resenha desse livro, mas nem imaginava que a autora era brasileira. Tóin pra mim haha

    Achei a história interessante e provavelmente compraria pela capa também.
    Preciso ler mais distopia.

    bjs e um bom feriado
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  10. Olá , seu blog é muito bom,
    e desde já quero dar-lhe os parabéns, meu nome é:
    António Batalha, e quero deixar-lhe um convite,
    se quiser fazer parte de meus amigos virtuais no
    blog Peregrino E Servo ficarei muito radiante.
    Claro que irei retribuir seguindo também seu blog.
    Deixo-lhe a minha bênção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio, muito obrigada! Darei uma passada no seu blog com toda certeza :D

      Excluir
  11. Antes de mais nada, respondendo sua pergunta: Manual do Noivo se encaixa no livro que você leu. É cheio de dicas e pitadas irônicas.
    Não vejo uma resenha deste livro, é sinal que deve ser muito bom!
    A capa não é das melhores, mas a história é instigante.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imaginei mesmo que fosse assim xD
      Sim, ele é muuuito bom, Gabs!
      Recomendo :D
      Beijos

      Excluir
  12. Oiieee,
    Esse livro é maravilhoso. Eu amo ele, assim como amo o Perry.
    Juro que tive um mini infarto quando ele acabou e não vejo a hora de lançarem o próximo por aqui.
    Gostei muito de toda a situação distópica que a a Veronica criou e o melhor de tudo é que ela é uma brasileira.
    Beijos,
    Katielle.

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar sua opinião! Beijos!

 
No Limite da Leitura © Copyright 2013 | Design por Camila Darc | Todos os direitos reservados.