Querido John

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288


Comecei a ler Querido John em uma época em que romances melosos não me interessavam nenhum pouco, mas ainda assim dei uma chance ao livro. E essa foi uma boa escolha. Com seu romantismo, cavalheirismo e criatividade, Nicholas Sparks vai encantar seu leitor mais uma vez.

John e Savannah são dos jovens que podem ser considerados um o oposto do outro. Enquanto ela se empenha em fazer caridades, é religiosa e jamais deixa escapar um único palavrão, ele, antes de dedicar sua vida ao exército, era rebelde e insolente.

Durante um verão, John e Savannah se encontram e, como já se esperava, apaixonam-se perdidamente. Um amor puro e gigante, que vai arrancar suspiros do leitor. Savannah com seu jeito de boa moça é capaz de despertar o melhor lado de John, enquanto que ele traz pra ela o estímulo e energia que lhe faltavam.

Mas como nem tudo são flores, muito menos quando falamos dos livros do Nicholas, o verão um dia tem fim, e ambos terão de retornar as suas vidas normais: Savannah volta pra faculdade, e John para a base militar na Alemanha. Entretanto, nem a distância conseguiria separá-los tão cedo. John e Savannah começam a se falarem por cartas. Lindas e belas cartas. E é claro que as de Savannah sempre começam com: Querido John...

Savannah e John terão que aprender a viver um amor à distância. O ciúme, a saudade e os milhares de quilometro entre ambos serão barreiras no relacionamento que parecia ter tudo para dar certo. E quando o atentado de 11 de Setembro faz com que o tempo de John servindo ao exercito seja prorrogado, as coisas entre o casal podem ficar estremecidas

Antes de ler o livro eu assisti ao filme, o qual eu não aconselho que você assista nem antes e nem depois, a não ser que seja só para apreciar o quão bom o livro é. Realmente, mais uma vez ficou comprovada a minha teoria de que a criatividade e perfeição dos autores jamais deve ser comparada com a dos diretores.

Apesar do início um pouco parado, eu amei o livro. Nicholas Sparks conduz a estória de uma maneira bem branda, e o principal ponto positivo do livro são as partes descritivas do autor em que os personagens se encontram na praia. A forma como Sparks descreveu o vento, a maresia, a areia e o mar me fez sentir uma vontade absurda de estar na praia. O que, onde eu moro, é algo impossível. Com certeza vale a pena ler!
O que é verdadeiro volta? Não. O que é verdadeiro não vai. O que é verdadeiro, permanece.
Finalmente compreendi o que o verdadeiro amor realmente significa (…) O amor significava pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria, não importa quão dolorosa seja sua escolha.
E antes que tudo ficasse escuro, quer saber a última coisa em que pensei?
Em você!
Beijos e comentem!

21 comentários:

  1. Miga sua resenha ficou ótima. Esse foi o primeiro livro que li do autor e confesso que ele é inesquecível até hoje. Confesso que no inicio do livro até gostava da Savannah, mas depois sei lá ela foi me decepcionando em alguns aspectos, mas o John só foi crescendo e melhorando como pessoa.
    Destaque para o pai dele, adoro, ele é meio que autista???!!!

    Livro maravilhoso com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, sim, acho que o poto principal do livro é o autismo do pai do John. Achei ele extremamente fofíssimo! haha
      E a Savannah me tirou muito do sério também!
      beijos

      Excluir
  2. Acho que até quem não é fã romances melosos acaba gostando um pouco de Querido Jonh.Eu também vi o filme primeiro do que o livro, e não me conformo com isso.
    Parabéns pela renha, ficou ótima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, achei o filme bem decepcionante se comparado ao livro. E que final é aquele? Por favooor!!
      beijos

      Excluir
  3. Infelizmente eu tbm tive o desprazer de ler o livro só depois de ver o filme e confesso que isso me desanimou um pouco, mas algumas pessoas me falaram para eu não desanimar e ler pq o livro era muito melhor do que o filme e ainda bem que eu resolvi dar uma chance e tbm pude comprovar isso...
    Acho a história muito bacana, tranquila de se ler e não acho que seja muito meloso, não concordo com algumas atitudes de Savannah então ela me irritou um pouco no decorrer do livro, mas nada que destruísse o encanto do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo mundo se irritou com a Savannah neste livro, Mayane, achei os motivos dela totalmente injustificáveis --'

      Excluir
  4. Eu tenho o livro, mas ainda não tive coragem de ler. Dizem que é tão triste!
    Ainda não vi o filme pq quero ler primeiro, e pelo seu comentário parece que fiz bem em tomar essa decisão.

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus sou completamente suspeita para falar de qualquer livro do Nicholas Sparks, amo Querido John. Já faz um bom tempo que li e amei, é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha, amo esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila,
    Bom, amo esse livro. Tem uma história belissíma e toca o coração de qualquer um.
    Quanto ao filme eu vi depois de ler o livro e te confesso que fiquei bem decepcionada, mas é a vida né, quase sempre é assim .
    Adorei a resenha.
    Beijos,
    Katielle
    http://www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kati, realmente, a história é maravilhosa, uma pena que o filme não tenha o mesmo valor :/

      Excluir
  8. Eu gostei do livro, mas do Nicholas Sparks, não achei o melhor.
    É super cativante e emocionante a história e é uma pena como foi modificada no filme (como sempre acontece).
    Mas confesso que parei de ler Nicholas Sparks por achar muito repetitivo suas histórias, apesar de ele escrever bem :)

    http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Estou lendo este livro...

    ResponderExcluir
  10. Amo os livros do Nicholas
    Mas esse ainda não li, só assisti

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Pedro Marques4.7.13

    Li esse livro há dois anos e foi meu primeiro contato com Nicholas Sparks. Amei!! E gostei do filme também, apesar das alterações. Quero muito ler os outros romances dele! *---*

    ResponderExcluir
  12. Parece até meio clichê, Camila, mas eu não gosto do Nicholas rs
    Mas sua resenha está igual a maioria desse livro, é o mais elogiado do Tio Nicholas. Eu leria, pra ser sincero, mas é só esse tbm rsrs Eu vi uns trechos do filme, achei bem mais ou menos pelo que pude ver. Bom, ele tá rico de tudo com tanto filme, isso é fato hehe
    Querido John pode ser que eu não leia, mas algum novo dele, futuramente, sim.
    Beijão
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu fiz a mesma coisa que você Camila, vi o filme e fui ler o livro, também não recomendo, acho o livro muito melhor, apesar de gostar do casal de atores que interpretou John e Savannah. Eu acho que dessa ''nova'' leva de livros do Nicholas esse é o que eu mais gosto!
    PS: Terminei de ler o livro as 4 da manhã quando li, pergunta se consegui dormir? HAUAHUAHUAUHHA

    Michelle Boyd
    The Little Things

    ResponderExcluir
  14. Ok eu já assisti o filme e agora???? Achei a estória triste, melancólica... tenho receio dos livros do Sparks, porém sempre tenho vontade de ler "quase" todos :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Eu não gostei do livro.
    Não sei porque mas quando terminei o livro pensei: acaba assim??
    Foi o segundo livro do 'Nicholas q eu li e traumatizei com esse livro, acho q por ser o primeiro romance q eu leio onde o casal principal fica separado....

    ResponderExcluir
  16. Quando eu li esse livro, eu gostei bastante dele, só o final que me decepcionou. Queria muito que o John e a Savannah ficassem juntos e isso não aconteceu!

    ResponderExcluir
  17. Não li o livro, pq sou mais de ver o filme.
    Vi e gostei bastante.

    ^^

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar sua opinião! Beijos!

 
No Limite da Leitura © Copyright 2013 | Design por Camila Darc | Todos os direitos reservados.