Identidade Roubada

Skoob
 Autora: Chevy Stevens
Editora: Arqueiro 
Páginas: 256



Identidade Roubada é o thriller de estreia da autora Chevy Stevens, mas eu só conheci a Chevy mesmo após ler seu segundo livro publicado no Brasil: É Melhor Não Saber, também publicado pela Arqueiro. Gostei tanto do livro que não pude perder a oportunidade de ler Identidade Roubada também, e me impressionei com a habilidade de Chevy de criar um enredo tão bom e tão envolvente em ambos os livros.

Annie O’Sullivan estava vivendo mais um domingo qualquer enquanto fazia seu plantão como corretora de imóveis em uma das casas que estava encarregada de vender, mas quando já estava prestes a ir embora um homem com uns 40 anos, bem vestido e carismático chegou, pedindo para dar uma rápida olhada na casa antes que ela encerrasse seu turno. Em busca da tão almejada venda, Annie autorizou a entrada do homem junto a ela na residência, mal sabendo o que lhe aguardava.

Aquele estranho simpático que a abordou com um sorriso quando ela já entrava no carro, foi o mesmo homem que a dopou, trancou-a em um porta-malas, sequestrou-a, e a levou para uma cabana isolada no meio do nada. Tudo sem nem ao menos explicar o porquê. Annie não entende a razão, mas por algum motivo ela foi a escolhida pelo Maníaco para ser sua nova esposa. Ela então passa 365 dias ao lado de seu sequestrador, sem saber onde está ou se tem alguém a procurando. 

É assim que o livro começa, com Annie narrando os dias que viveu ao lado do Maníaco para sua psiquiatra Nadine. Pra quem já leu minha resenha de É Melhor Não Saber vai se lembrar que esse é o nome de ambas as psiquiatras nos dois livros, fazendo de Nadine a constante nas obras da Chevy Stevens. A narrativa também segue o mesmo estilo do livro anterior: cada capítulo é uma sessão da protagonista com Nadine, e em cada capítulo ela narra não somente o que passou no cativeiro, como também como está sendo retomar a sua vida com todos os traumas e inseguranças que adquiriu desde o dia em que voltou para sua família.

Mais uma vez essa autora conseguiu criar um enredo que surpreende e tira o fôlego do leitor. Sem deixar que o leitor se sinta confuso ou frustrado, Chevy desenvolve sua estória de forma habilidosa e inteligente, fazendo-nos roer as unhas a cada página. É muito interessante ouvir Annie narrando todas as atrocidades que vivenciou e como cada uma delas afetou seu psicológico diretamente, deixando-a com traumas severos. À medida que o livro segue vemos a personagem avançar e retroceder em seu processo de cura, e também como somos frágeis e suscetíveis aos eventos da vida, principalmente aos mais traumáticos.

Identidade Roubada vicia o leitor um pouco mais a cada parágrafo, não nos deixando desgrudar dele até o fim. Quando finalmente pensamos que tudo se aquietou e se resolveu, Chevy surge com mais uma reviravolta. Com um final brilhante e surpreendente, não dá pra dispensar essa leitura!
(...) Aquilo era como uma montanha-russa no inferno, pilotada pelo diabo, mas a rotina era a única coisa com a qual eu podia contar. (Página 38)
Beijos e comentem!

17 comentários:

  1. Oi Camila, eu sou doida para ler este livro que há muito tempo está na minha lista de desejados.
    Nem imagino o que a protagonista possa ter passado nas mãos deste louco.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha. É realmente uma leitura viciante q te faz ficar grudado até o fim. Eu tbm curti muito ler esse livro.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Olá Camila.
    Nossa nunca ouvi falar da autora ou do livro, e só posso dizer que fiquei intrigada. Adorei sua resenha, me deu muita vontade de ler o livro, e cada vez mais minha lista cresce.
    Beijinhos!

    Camila.
    loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila!
    Me disseram uma vez pra eu ler esse livro, que eu ia adorar, mas não botei fé. Mas depois da sua resenha tenho certeza que sim, esse pode ser um livro que eu goste. Adorei!
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. infelizmente Camila, esse é um livro que não me atrai!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Camila.
    Gostei da resenha. Me fez ficar curiosa pelo livro. Gosto de enredos bem construídos que me deixam ligada na história sem querer parar de ler. E adoro reviravoltas!

    Beijos.

    www.navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler esse livro!!!! Amo finis surpreendentes, a estória dele todo parece ser surpreendente.
    Adorei a resenha, beijos :)

    ResponderExcluir
  8. Li alguns comentários positivos sobre esse livro, mas no momento ele não é um livro que eu leria.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu comprei esse livro na Bienal de 2011 e ainda não li,acredita?!

    Mas agora que li sua resenha,vejo que preciso demais ler ele.

    adorei a resenha!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Camila...estou louca por este já faz um tempão,peço de presente e ningtuém me dá.Hahahahahahaha
    Mas vamos a resenha,menia este livro deve ser daquele que você não desgrudar nenhum minuto para saber no que vai dar.E eu como uma apaixonada por gêneros Thriller...não preciso nem dizer.
    Bom você só aumentou minha curiosidade com esta leitura,estou naquela:Como sera que tudo se resolveu?Se é que resolveu.

    A resenha esta maravilhosa!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  11. Sempre tive vontade de ler esse livro, mas tenho outras prioridades para comprar, ai vou adiando esse.
    A história parece fluir muito bem e é bem interessada.
    Adorei a resenha. Beijo

    ResponderExcluir
  12. Miga que resenha maravilhosa, parabéns!!!! Adoro essa autora realmente ela sabe prender a atenção do leitor. Assim como vc também comecei lendo o segundo livro dela e agora estou mais curiosa para ler esse. Valeu pela ótima dica de leitura. Bjos

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  13. Tenho muita vontade de ler esse livro mas tenho outras prioridades para comprar e vou adiando. Assim que vi o link da sua resenha na sua caixinha de correio tive que vim aqui da uma olhadinha!


    bjos

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada da autora, mas estou super curiosa para ler tanto É Melhor Não Saber quanto Identidade Roubada, ela perece ser uma ótima escritora.
    Parabéns pela resenha.

    Beijo,
    Conteúdo Literário

    ResponderExcluir
  15. Nossa, nunca tinha visto nada sobre esse livro, nem sobre a autora, e parece ser um livro excelente! *O*
    Dá até pra ser filme, se realmente for tudo que me pareceu ser...

    ResponderExcluir
  16. Geentenn!
    Preciso ler esse!!
    Adoooro reviravoltas inteligentes, aquele momento em que olhamos para a parede e falamos "caramba!".

    ResponderExcluir
  17. Já li comentários sobre É melhor não saber, não conhecia esse Identidade Roubada mas parece ser tão bom quanto o outro. Essa autora só escreve livros que deixa qualquer um com o coração na mão.

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar sua opinião! Beijos!

 
No Limite da Leitura © Copyright 2013 | Design por Camila Darc | Todos os direitos reservados.